É profissional de saúde? Aceda aqui.

Aguenta mais tempo

É profissional de saúde? Aceda aqui.

A ejaculação precoce (EP) é uma ejaculação que ocorre durante uma relação sexual antes do tempo desejado, dentro de 1-3 minutos após a penetração vaginal.

Ejaculação Precoce
Este distúrbio pode ocorrer desde a primeira relação sexual (ejaculação precoce primária ou ao longo da vida) ou pode desenvolver-se mais tarde na vida (ejaculação precoce secundária ou adquirida).

 

A Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM) concordou com uma definição mais precisa e baseada em evidências de EP, sendo: 1

1. Ejaculação precoce primária: a ejaculação ocorre antes ou dentro de cerca de 1 minuto após a penetração vaginal; ejaculação precoce secundária: a ejaculação ocorre antes ou dentro de 3 minutos;
2. A incapacidade de retardar a ejaculação em todas ou quase todas as penetrações vaginais;
3. Consequências pessoais negativas, como angústia, incómodo, frustração e/ou evitar a intimidade sexual.

 

Três fatores principais derivam da definição: 2

  • A ejaculação ocorre antes do casal desejar;
  • Falta de controle sobre o reflexo ejaculatório;
  • A sensação de desconforto gerada pela perturbação e que está relacionada com a autoconfiança e ao relacionamento.

 

As duas fases da ejaculação são:

1. Emissão: caracterizada por movimentos internos da árvore genital do macho, pelo movimento para a frente do espermatozóide em direção ao pénis e pela produção de secreção prostática e vesículas seminais.

2. Expulsão: precedido pelo fechamento do colo da bexiga e é caracterizado pela inevitabilidade. O orgasmo ocorre ao mesmo tempo que a ejaculação (uma percepção no nível do cérebro). 3

 

Sistema Reprodutor Masculino

Componentes estruturais do sistema reprodutor masculino: testículos (nos quais são produzidos espermatozóides e hormonas masculinas), ductos espermáticos (originam-se no testículo, atravessam o epidídimo, passam pelo ducto ejaculatório e terminam na uretra), glândulas ligadas ao ductos de esperma (vesículas seminais, próstata, glândulas bulbouretrais de Cowper). A próstata (uma glândula com corpo em forma de castanha, com sua base voltada para a bexiga) desempenha um papel central no mecanismo da ejaculação: é atravessada pela uretra prostática, na qual, durante a ejaculação, sua secreção é vertida, de 15-30 ductos excretores, e é atravessado por ductos ejaculatórios também.

 

A resposta sexual tem várias fases distintas: desejo, excitação, plateau (fase alta e estável de excitação), fase de orgasmo e resolução ou período refratário. As fases representam momentos de resposta sexual numa progressão linear, caracterizada por alterações psíquicas e perceptivas, estritamente acompanhadas de mudanças físicas. 3

 

Curva de resposta sexual num indivíduo normal e num com ejaculação precoce. 4

Curva de resposta sexual num indivíduo normal e num com ejaculação precoce
 

A resposta sexual normal, nos homens, é uma sequência que começa com a estimulação sexual que termina com a ejaculação. Todas as fases dessa sequência ocorrem muito mais rapidamente em homens que sofrem de ejaculação precoce.

Além disso, a distinção entre ejaculação precoce primária (ocorrida desde a primeira relação sexual) e secundária (ocorreu somente após um período de função normal) outras classificações são baseadas em: 2

  • Tempo: antes de ejacular; intra moenia (durante a penetração);
  • Tipo: absoluto (independentemente do parceiro e do contexto), relativo (na presença de um parceiro ou contexto específico);
  • A presença de outras doenças concomitantes: simples (na ausência de outras disfunções sexuais), complicada (quando outras disfunções estão presentes).

 

1. Serefoglu EC, McMahon CG, Waldinger MD, et al. An evidence-based unified definition of lifelong and acquired premature ejaculation: report of the second international society for sexual medicine ad hoc committee for the definition of premature ejaculation. Sex Med 2014;2(2):41-59.
2. Criteri di appropriatezza strutturale, tecnologica e clinica nella prevenzione, diagnosi e cura delle patologie andrologiche. Quaderni del Ministero della Salute. 2012;13.
3. Graziottin A, Jannini EA. Eiaculazione precoce (EP): definizione, diagnosi e terapia. Momento medico ed., 2014.
4. Kirby EW, Carson CC, Coward RM. Tramadol for the management of premature ejaculation: a timely systematic review. Int J Impot Res 2015;27(4):121-7.