É profissional de saúde? Aceda aqui.

Aguenta mais tempo

É profissional de saúde? Aceda aqui.

O tratamento da ejaculação precoce deve ser uma preocupação do casal. E não apenas do indivíduo, como acontece com outros distúrbios sexuais.

A Ejaculação Precoce na vida do casal

Na definição do transtorno, que inclui “evitar a intimidade sexual” (ou seja, a tendência a evitar relações íntimas), destaca-se a importância de fatores relacionais no desenvolvimento dessa disfunção sexual. 1


Na psicanálise, o termo “fuga” descreve as reações comportamentais e cognitivas de alienação, fuga ou recusa realizadas em antecipação aos estímulos dolorosos.


Portanto, a parceira feminina pode ser “afetada” pelo sintoma tanto quanto o seu parceiro. Além disso, a “precocidade” está relacionado principalmente ao fato de que a ejaculação ocorre antes que o parceiro alcance uma resposta adequada e satisfatória.

Assim, a ejaculação precoce pode ser considerada um sintoma que envolve totalmente a mulher e, consequentemente, o casal. 2


No entanto, muitos casais que têm esse problema sexual, geralmente, esperam dois ou mais anos antes de pedir um aconselhamento profissional. Enquanto isso, o desconforto conjugal, secundário à ejaculação precoce, contribui, infelizmente, para piorar a disfunção sexual, como um círculo vicioso. Vice-versa, encontrar uma solução para o problema, poderia levar a um "círculo virtuoso", ajudando tanto o indivíduo quanto o casal. 2


Círculo vicioso 2

Círculo Vicioso da Disfunção Sexual


Embora estas considerações confirmem a importância do envolvimento da mulher no tratamento da ejaculação precoce, conforme descrito por uma revisão da literatura científica sobre o referido 3, a grande maioria dos homens que querem realizar o tratamento, não querem envolver a sua parceira. Por outro lado, um estudo aprofundado mostrou que as mulheres estão muito interessadas em se envolver na resolução desse problema. 4 O constrangimento que costuma causar demora na busca de orientação de um andrologista e/ou de um psico-sexólogo, pode ser bastante reduzido com a intervenção do médico geral da família, que pode estimular o diálogo sobre esse argumento, e consequentemente, aconselhar intervenções ou enviar o doente para outros especialistas. 2

No entanto, pode ser útil pedir ao parceiro que faça um questionário específico. 4

Teste para ELE - Teste para ELA
 

1. Rosen RC et al. Correlates to the clinical diagnosis of premature ejaculation: results from a large observational study of men and their partners. J Urol 2007; 177:1059-64.
2. Jannini EA, Nollaioli D, Ciocca G, Limoncin E. Ansia e depressione sono cause o conseguenze dell’eiaculazione precoce? Mediserve Ed., 2015
3. Graziottin A et al. What does premature ejaculation mean to the man, the woman, and the couple? J Sex Med 2011;8(Suppl.):304-9.
4. Limoncin E, et al. Premature ejaculation results in female sexual distress standardization and validation of a new diagnostic tool sexual distress, the FSDS-R-PE. J Urol 2013;189[5]:1830-1835